Pró-Reitoria de Pesquisa

FAPESP participa de nova chamada com Belmont Forum

Objetivo do edital é apoiar pesquisas que investiguem o impacto das mudanças climáticas e ambientais sobre os movimentos de migração. Propostas serão recebidas até 29 de julho (foto: Ilyas Ahmed/UN Photo)

Agência FAPESP – A FAPESP e o Belmont Forum, consórcio internacional que apoia pesquisas sobre mudanças globais, anunciam uma nova chamada de propostas no âmbito do acordo de cooperação mantido entre as instituições.

Intitulado “Integrated Approaches to Human Migration/Mobility in an Era of Rapid Global Change (Migration)”, o edital teve a adesão de 12 instituições de fomento participantes do Belmont Forum, representando África, Américas, Ásia e Europa. A lista completa de participantes pode ser encontrada na chamada original, publicada no site do Belmont Forum.

A FAPESP e as organizações-membros do Belmont Forum que escolheram participar da chamada – em colaboração com a rede de cooperação científica Future Earth e a agência internacional de fomento Global Development Network – vão financiar projetos de pesquisa colaborativa que busquem avaliar os impactos das mudanças climáticas e ambientais nas sociedades e a capacidade de adaptação que, aliada a outros fatores, podem levar à migração.

Serão apoiados projetos que sigam pelo menos duas das três linhas de investigação propostas pela chamada: 1) compreensão das complexas relações de fatores que influenciam a migração/mobilidade, bem como sua relação com as mudanças globais, por meio de novas abordagens para síntese, integração e complementaridade de dados e modelos; 2) estudos sobre governança integrativa, mecanismos legais e políticas em torno da migração/mobilidade e mudanças globais; e 3) estudos em diversos contextos e com perspectivas inclusivas sobre comunidades vulneráveis e grupos mais vulneráveis (como mulheres, idosos, pessoas com deficiência e indígenas), em particular de países com economias em transição.

Propostas devem incluir perspectivas das ciências sociais e humanas, assim como das ciências naturais e físicas. Devem também envolver efetivamente atores sociais, usando abordagens participativas, cocriação, codesenvolvimento e coimplementação.

Submissões

Os projetos submetidos devem contar com pesquisadores de no mínimo três dos países participantes da chamada internacional. As propostas selecionadas terão duração máxima de três anos.

Pesquisadores do Estado de São Paulo devem atentar para orientações específicas, com base nas normas da FAPESP para a modalidade Auxílio à Pesquisa – Regular. Excepcionalidades às regras usuais da modalidade de apoio estão especificadas no texto da chamada. É necessário enviar à Fundação consulta preliminar de elegibilidade até 29 de julho demonstrando, entre outros requerimentos, experiência em projetos multidisciplinares internacionais.

O orçamento total destinado pela FAPESP para esta chamada é equivalente a € 350 mil, sendo que o valor orçamentário máximo permitido por proposta é de R$ 70 mil por ano, além de uma Bolsa de Pós-Doutorado.

Propostas completas devem ser enviadas diretamente ao Belmont Forum pelo pesquisador líder de cada projeto até 29 de julho. A consulta de elegibilidade à FAPESP deve ser submetida na mesma data, por meio do Sistema de Apoio à Gestão (SAGe). Documentação adicional será solicitada caso a proposta colaborativa seja habilitada pelo Belmont Forum.

As orientações aos proponentes do Estado de São Paulo estão disponíveis em: fapesp.br/15538.
 

 

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.

 

Site desenvolvido por Chuva Inc.