Pró-Reitoria de Pesquisa

FAPESP participa de chamada internacional para pesquisa em doenças não transmissíveis

Novo edital da Global Alliance for Chronic Diseases apoiará projetos de pesquisa de implementação (imagem: Dislipidemia/Wikimedia Commons)

Agência FAPESP – A FAPESP participa de uma chamada de propostas da Global Alliance for Chronic Diseases (GACD), associação que reúne agências de fomento à pesquisa de 73 países. Serão selecionadas propostas de pesquisa de implementação – que prevê o compartilhamento de conhecimento e de habilidades entre pesquisadores, profissionais de saúde e líderes de saúde pública.

É desejável que as propostas envolvam equipes internacionais, colaborativas, multidisciplinares e multiculturais, financiadas por duas ou mais agências de fomento participantes da chamada. No momento, nove agências de fomento têm participação confirmada na chamada.

Embora apenas pesquisadores qualificados possam se inscrever para esta oportunidade de financiamento, a colaboração com as partes interessadas, como a comunidade e grupos de pacientes, formuladores de políticas locais, profissionais de saúde pública e clínica, ONGs e outros cujas organizações ou comunidades possam se beneficiar da pesquisa, é essencial. A GACD criou uma nova ferramenta para facilitar novas parcerias.

Nesta rodada as submissões deverão seguir as normas e orientações da modalidade de Auxílio à Pesquisa – Projeto Temático. A FAPESP apoiará um máximo de três projetos no âmbito desta chamada e, para tal, reservou recursos da ordem de R$ 1,5 milhão.

Pesquisadores interessados em participar da chamada devem consultar a FAPESP a respeito de sua elegibilidade antes de iniciar a elaboração do projeto. Apenas pesquisadores considerados elegíveis poderão submeter propostas. As regras de elegibilidade correspondem àquelas aplicadas para a modalidade Auxílio à Pesquisa – Projeto Temático. As consultas serão recebidas até 15 de março de 2022.

A oportunidade está aberta a pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior ou de pesquisa no Estado de São Paulo. Caso sejam formadas equipes internacionais, o pesquisador responsável da equipe estrangeira, financiado pela respectiva agência de fomento, deve se cadastrar como colaborador na proposta enviada pelo pesquisador do Estado de São Paulo à FAPESP.

As diretrizes para participação de pesquisadores do Estado de São Paulo encontram se em fapesp.br/15233. O anúncio internacional da oportunidade está disponível em www.gacd.org/funding/current-call-for-applications/common-risk-factors.

É a quarta vez que a FAPESP participa de uma chamada da GACD. Com sede em Londres, a associação reúne agências financiadoras de pesquisas em doenças crônicas não transmissíveis em diversos países.

A aliança coordena e apoia atividades de pesquisa que enfoquem a prevenção e o tratamento de doenças crônicas não transmissíveis em escala global – que respondem por cerca de 60% das mortes em todo o mundo, segundo a organização – especialmente em países de baixa ou média renda e com populações mais vulneráveis.

Entre os membros da aliança que já confirmaram participação na chamada estão a FAPESP, o National Health and Medical Research Council da Austrália, os Institutes of Health Research do Canadá, a Academia de Ciências Médicas da China, o Medical Research Council do Reino Unido, a Agência para Pesquisa Médica do Japão, a Direção Geral de Pesquisa e Inovação da Comissão Europeia e os National Institutes of Health (NIH) dos Estados Unidos.

Para mais informações sobre a pesquisa de implementação, incluindo links para a elaboração de uma proposta excelente, acesse e-Hub do GACD.

 

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.

 

Site desenvolvido por Chuva Inc.